Você não precisa mais sair de casa para acessar o resultado dos seus exames. Basta clicar em RESULTADOS e preencher os dados de acordo com os informados pelo laboratório no ato do seu exame e acessar.

 

** ESCANEIE O QR CODE E OBTENHA UM ORÇAMENTO AGORA MESMO! **

 


 

As atividades do Labtess Análises clínicas iniciaram em 1997, quando ainda era chamado Laboratório Bioquímico, com o objetivo principal de oferecer qualidade nos serviços prestados, com melhoria contínua e equipe técnica capacitada e atualizada, aliado ao PNCQ - Programa Nacional de Controle de Qualidade, gerando exames confiáveis e satisfação dos clientes e profissionais de saúde.

 


 

Testes para Covid-19: perguntas e respostas

O que são testes RT- PCR?

RT-PCR (Reverse Transcription - Polymerase Chain Reaction) é um teste de Reação em Cadeia da Polimerase com Transcrição Reversa em tempo real que verifica a presença de material genético do vírus, confirmando que a pessoa se encontra com Covid-19. Os testes de RT-PCR (padrão ouro) e de antígenos têm função diagnóstica, sendo o teste definitivo segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

  • É indicada sua realização nos primeiros 7 dias após o contágio/ início dos sintomas.
  • Este teste é recomendado quando há sintomatologia compatível com a doença ou houver necessidade de confirmação da infecção.
  • Resultado em até 4 dias.

A coleta pode ser feita a partir do 3º dia após o início dos sintomas e até o 7º dia, pois ao final desse período, a quantidade de RNA tende a diminuir. Ou seja, o teste RT-PCR identifica o vírus no período em que está ativo no organismo, tornando possível aplicar a conduta médica apropriada: internação, isolamento social ou outro procedimento pertinente para o caso em questão.

Como interpretar os resultados de RT-PCR?

Um resultado DETECTADO significa a presença de fragmentos do vírus na amostra e que a pessoa está infectada pelo vírus SARS-Cov-2. Este resultado pode aparecer mesmo antes do aparecimento de sintomas ou depois de os sintomas já terem desaparecidos. Este resultado não significa necessariamente que a pessoa está doente e, por este motivo, deve ser interpretado em conjunto com outros dados clínicos e/ou exames, exclusivamente por um médico ou profissional habilitado.

 

Um resultado NÃO DETECTADO significa que não foi possível detectar a presença do vírus na amostra. Em casos em que persistir a suspeita clínica, através de sintomas característicos ou outros dados, como exames sugestivos, o teste deve ser repetido em período superior a 24 horas. Se mesmo assim continuar Não detectado e a suspeita clínica permanecer, pode-se realizar um novo teste e/ou associar com o teste de pesquisa de anticorpos (sorologia) e continuar a monitorar, a critério médico.

 

O que são testes rápidos (IgM/IgG)?

Esse termo vem sendo usado popularmente para os testes imunocromatográficos. No caso dos testes rápidos para o novo coronavírus, são dispositivos de uso profissional, que mostram produção de anticorpos do organismo.

Na produção das defesas do organismo, os anticorpos do tipo IgM são os primeiros a aparecer e, por isso, estão relacionados a infecções recentes, isto é, presentes em pacientes que podem possuir o vírus.

Pelo conhecimento que se tem sobre a Covid-19 e pelas limitações relacionadas ao desenvolvimento do teste para a doença, não é possível utilizar esta informação isoladamente como diagnóstico, sendo recomendada a confirmação por ensaio molecular, onde é possível identificar a presença ou não do vírus na amostra testada.

Ainda não se sabe por quanto tempo os anticorpos IgM e IgG para Covid-19 permanecem no corpo. Portanto, mesmo para os anticorpos do tipo IgG que são produzidos mais tardiamente, a interpretação isolada do resultado do teste rápido não assegura que não haja mais infecção

A partir de quantos dias após o início dos sintomas é recomendado fazer um teste rápido?

Os anticorpos só aparecem em quantidades detectáveis nos testes pelo menos oito dias depois da infecção. Ainda assim, o teste pode ser positivo indicando que você teve contato com OUTROS coronavírus e não com o SarsCoV-2 / Covid-19 (falso positivo). Assim sendo, esse teste isolado não serve para diagnosticar (confirmar ou descartar) infecção por Covid-19.

Se a testagem ocorrer dentro do período de janela imunológica, o resultado do ensaio poderá ser negativo mesmo se a pessoa estiver contaminada (falso negativo). Por isso, é importante respeitar o intervalo entre os sintomas e a testagem, estar atento às informações das instruções de uso e também que o teste seja executado e interpretado por profissional de saúde. Essa situação não corresponde necessariamente a uma falha no produto, mas à não observância da advertência quanto ao período adequado para a testagem.

Como interpretar os resultados de testes rápido?

Um resultado NÃO REAGENTE significa ausência de anticorpos específicos para covid-19. Este resultado deve ser correlacionado com o período em que a amostra foi coletada e também com outros exames e dados clínicos. Na maioria dos casos ocorre positividade a partir do 14º dia após início dos sintomas ou exposição de risco. Em alguns casos pode haver maior prazo para a formação de anticorpos e é recomendado a realização ou repetição do teste após o 21º dia do início dos sintomas, sendo mais frequente em quem teve sintomas leves ou permaneceu assintomático. Estudos tem mostrado também que  alguns  pacientes que superaram a infecção podem não ter anticorpos detectáveis no sangue.

Um resultado REAGENTE deve ser interpretado como positivo para a presença de anticorpos específicos para covid-19. Este resultado também deve ser correlacionado com outros exames e dados clínicos. Em pessoas que tiveram comprovação da infecção através de um resultado de PCR positivo no início da doença, o resultado está em acordo com o esperado. Podem ocorrer resultado positivos em quem não teve sintomas? Sim, pode, mas é pouco frequente, sendo mais frequente em pessoas que tiveram exposição de risco continuada, como profissionais de saúde.

(Fontes ANVISA 2020; SOCIEDADE BRASILEIRA DE INFECTOLOGIA 2020)